UOL Megastore

MegaBlog

19/07/2007

Dicas musicais Novos álbuns da gravadora Stax exclusivos no UOL Megastore

A Stax, uma das gravadoras mais influentes da Black Music em geral e do Rhythm & Blues em particular, comemora 50 anos e traz com exclusividade para o UOL Megastore algumas jóias raras de seu catálogo. O pacote conta com 20 álbuns em formato digital, sendo que dez são lançamentos inéditos de lendária gravadora, disponíveis somente no UOL Megastore.

Entre os trabalhos disponíveis na loja virtual do UOL é possível encontrar You've Got To Have Eddie, de Eddie Floyd, Coldblooded, dos Bar-Kays, e Long As You Love Me, da grande cantora de jazz Bettye Crutcher. O internauta que quiser baixar qualquer álbum da Stax no UOL Megastore e ainda não é assinante UOL, ao comprar a sua música de escolha, ainda ganha um e-mail com capacidade de 2Gb. O assinante do portal pode utilizar a mesma senha de seu e-mail titular para comprar os créditos e baixar suas canções e vídeos prediletos de qualquer lugar do país.

Baixe já os álbuns da gravadora Stax com exclusividade no UOL Megastore.




SHORT STAX
Álbuns a R$ 7,47!



E AINDA...

Escrito por UOL Megastore às 13:14

....Regras para comentáriosEnvie esta mensagem

18/07/2007

Novidades Megablog Lucio Maia estréia Maquinado em SP

O guitarrista da Nação Zumbi, Lucio Maia, lança nesta quinta (dia 19), no SESC Pompéia, o álbum de estréia de seu projeto-solo Maquinado. Homem-Binário é o nome do disco que ainda conta com participações de Felipe S., do Mombojó, e Rodrigo Brandão, do Mamelo Sound System - além de Jorge du Peixe, companheiro de Lucio na Nação Zumbi. Jorge e Rodrigo participam do show, que ainda apresenta projeções visuais e modernos conceitos de experimentação musical implementados por Lucio Maia em Homem-Binário, que funde guitarras psicodélicas com beats eletrônicos.

Ainda hoje (qua, 18), Maia apresenta o Maquinado ao público de Santo André, também no SESC. Confira o serviço dos shows abaixos, e não deixe de ouvir o novo álbum de Lucio Maia!

Sesc Santo André (r. Tamarutaca, 302, Vila Guiomar, Santo André, tel. 4469-1200). 303 lugares. Qua. (dia 18): 20h. 60 min. 12 anos. Ingr.: R$ 4 a R$ 10.

Sesc Pompéia - choperia (r. Clélia, 93, Água Branca, região oeste, tel. 3871-7700). 800 lugares. Qui. (dia 19): 21h. 90 min. 18 anos. Ingr.: R$ 8 a R$ 20.

Escrito por UOL Megastore às 18:03

....Regras para comentáriosEnvie esta mensagem

16/07/2007

Novidades Megablog Destaques Sony-BMG para o Mês do Rock!

O Dia Mundial do Rock foi instituído em 13 de Julho de 1985, durante o primeiro festival Live Aid, organizado por Bob Geldof. Comemorando o Mês do Rock, o MIS (Museu da Imagem e do Som) de São Paulo preparou uma exposição que busca resgatar as origens do Rock brasileiro. Nós do Megastore selecionamos para vocês um pacote especial com os maiores clássicos e últimos lançamentos da Sony-BMG no gênero! Confira:

POP ROCK







ROCK BR







ROCK CONTEMPORÂNEO







HARD ROCK & METAL







CLASSIC ROCK






Aproveite para baixar agora: compre seus créditos!

Escrito por UOL Megastore às 09:50

....Regras para comentáriosEnvie esta mensagem

03/07/2007

Dicas musicais Discografia comentada de David Bowie (pt. 1)

Especial para você que é fã de Glam Rock e David Bowie: confira abaixo a discografia oficial do cantor inglês, divida entre as diferentes fases na extensa carreira de Bowie.

1967: A Estréia
Lançado durante o auge da psicodelia, o álbum homônimo David Bowie reunia pop e vanguarda, mas sem resultados muito felizes nas paradas de sucesso.

     1. David Bowie (1967)



1969 - 1973: Da Psicodelia ao Glam
Ao lançar o single de Space Oddity junto com a chegada do homem à lua, o jovem Bowie começa a flertar com o sucesso. A música alcançou o Top 5 britânico, e abriu espaço para que o artista pudesse explorar as sonoridades da época, como a Psicodelia e o Hard Rock - que ganharam mais força com a chegada do guitarrista e produtor Mick Ronson à banda. Por 18 meses entre 72 e 73, Bowie foi um dos artistas mais vendidos na Inglaterra e no mundo: o sucesso de Ziggy Stardust And The Spiders From Mars era evidente na sempre esgotada turnê que, com muito teatralismo e androginia, se tornou um dos momentos mais importantes na história do Rock -ajudando a moldar uma nova cultura pop para as massas, mais iconoclasta, libertária e jovem.

     2. Space Oddity (1969, UK #17, US #16)
     3. The Man Who Sold The World (1970, UK #26)
     4. Hunky Dory (1971, UK #3, US #93)
     5. The Rise And Fall Of Ziggy Stardust And The Spiders From Mars (1972, UK #5, US #75)
     6. Aladdin Sane (1973, UK #1, US #17)
     7. Pin Ups (1973, UK #1, US #23)



1974 - 1976: Soul e R&B - The Thin White Duke
Diamond Dogs marcou a virada do Rock para uma fase mais dançante na carreira do compositor inglês, que foi buscar novas sonoridades com a turma do Soul na Filadélfia. Foi também o primeiro grande sucesso comercial de Bowie nos Estados Unidos, alcançando o quinto lugar nas paradas americanas - e o primeiro entre singles com "Fame", parceria com John Lennon. A fase que veio a seguir marcou mudanças profundas na vida e carreira do camaleão Pop, influenciada pelo contato com a cocaína nos EUA, e imortalizada na figura mítica de seu novo personagem - o "Duque Branco e Magro", em tradução literal.

     8. Diamond Dogs (1974, UK #1, US #5)
     9. Young Americans (1975, UK #2, US #9)
     10. Station To Station (1976, UK #5, US #3)



1976 - 1980: Fase Berlim
De mudança para Berlim na tentativa de repensar a carreira e o vício em drogas, Bowie se entregou às influências da cena musical alemã e do Krautrock, além de conviver com novos parceiros - notoriamente, Iggy Pop e Brian Eno. O primeiro era objeto de adoração de Bowie, que produziu seu disco de estréia, enquanto Eno, com suas experimentações eletrônicas, recombinava o Bowie dançante à onda Synth Pop que passava pela Europa. O que se sucedeu foi uma das fases mais interessantes e originais de sua discografia, surpreendendo nas paradas com faixas como "Heroes".

     11. Low (1977, UK #2, US #11)
     12. Heroes (1977, UK #3, US #35)
     13. Lodger (1979, UK #4, US #20)
     14. Scary Monsters (and Super Creeps) (1980, UK #1, US #12)

continua abaixo

Escrito por UOL Megastore às 15:44

....Regras para comentáriosEnvie esta mensagem

Dicas musicais Discografia comentada de David Bowie (pt. 2)

continuação

1980 - 1989: Bowie Superstar
Enquanto ainda deixava assentar a experiência em Berlim, Bowie retornava às paradas inglesas em uma parceria com o Queen na canção "Under Pressure". Mas nada poderia prepará-lo para o que veio a seguir, nem mesmo o sucesso underground do filme Christiane F. - com trilha de Bowie e uma pequena aparição do cantor em cena. Mas ao gravar "Let's Dance" com o responsável pelo sucesso nas discotecas do grupo Chic, Nile Rodgers, Bowie finalmente chegou ao primeiro lugar das paradas americanas.

     15. Christiane F. (1981, US #135)
     16. Let's Dance (1983, UK #1, US #4)
     17. Tonight (1984, UK #1, US #11)
     18. Never Let Me Down (1987, UK #6, US #34)



1989 - 1991: Tin Machine
Ao lado de Reeves Gabrels e dos irmãos Tony e Hunt Sales, Bowie criou a banda Tin Machine numa tentativa de orientar sua música de volta às raízes roqueiras deixadas de lado ao longo da década. A estréia em disco, de 89, previa muito do que retornaria às paradas de sucesso com a explosão do grunge no começo dos anos 90: guitarras barulhentas e riffs dançantes.

     19. Tin Machine (1989, UK #3, US #28)
     20. Tin Machine II (1991, UK #23, US #126)



1992 - 1999: Eletrônico
Ao retomar a parceria com o Chic Nile Rogers em Black Tie White Noise, Bowie deixou de lado a experiência roqueira com a Tin Machine para voltar a se concentrar no Pop, mas com uma percepção renovada sobre modernidade e experimentalismo. Ao reencontrar outro ex-parceiro, Brian Eno, em Outside, Bowie mergulhou de vez na Eletrônica, passando até pelo Drum & Bass em Earthling.

     21. Black Tie White Noise (1993, UK #1, US #39)
     22. The Buddha of Suburbia (1993, UK #87)
     23. Outside (1995, UK #8, US #21)
     24. Earthling (1997, UK #6, US #39)



1999 - hoje: Neoclássico
Ao retomar a parceria com um de seus mais fiéis colaboradores, Tony Visconti, Bowie inaugurou uma nova fase em sua vida de camaleão. Passou a olhar para o passado e a própria carreira com mais carinho, permitindo que se reinterpretasse através de uma visão de mundo diferente e ainda mais contundente após os atentados do 11 de Setembro em Nova Iorque.

     25. Hours (1999, UK #5, US #47)
     26. Heathen (2002, UK #5, US #14)
     27. Reality (2003, UK #3, US #29)



Fonte (discografia): Wikipedia

Escrito por UOL Megastore às 15:40

....Regras para comentáriosEnvie esta mensagem


Atenção! A senha do assinante UOL é secreta. Nenhum funcionário do UOL está autorizado a solicitá-la. Regras de uso